Ikonoklasta diz que manutenção do poder e a força geram reação virulenta

0
29

O rapper e activista de direitos humanos declarou nesta segunda-feira, 10, que durante muitos anos tem trabalhado para explicar aos governantes angolanos as consequências da forma como governam o país.

“Quando a única ferramenta que se tem para manutenção do poder é a força, o resultado quando se atinge o limite da sua eficácia é uma reação virulenta.”, frisou o artista que foi um dos destacados presos políticos de 2015 no processo 15+Duas, ocorrido em Luanda.

Recorrendo a sua conta oficial do Facebook, o artista disse igualmente que há anos que tem trabalhado a alertar as autoridades governamental sobre a necessidade de melhoria da governação para evitar consequências nefastas. “Anos e anos andámos a tentar explicar aos ‘matumbos’ no poder que as consequências do seu descaso, da sua soberba, da sua prepotência, da humilhação permanente à qual sujeitam o povo haveria de vir dar a isto”, sustentou o músico.

“Há bandas onde a greve está muito rija. Não estão a tolerar transportes colectivos alternativos. Estão a travar turismos, motas, kaleluyas e a tirar as pessoas dos carros. Um comité do MPLA já foi vandalizado. O povo está saturado e sabe que o culpado ‘não é relativo’”, finalizou o artista parafraseando Chris Rock: “Não digo que isso esteja certo, mas compreendo!”.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorGreve: Terceira Divisão solidariza-se com os taxistas
Próximo artigoArtistas podem receber rendimentos dos seus trabalhos a partir de Março

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui