Revista NME anuncia fim à edição em papel e aposta no online

0
95
NME (New Musical Express) é uma das revistas de música mais queridas da Grã-Bretanha. Foto: DR
- Publicidade -

Com 66 anos de história de divulgação musical, o veículo vai deixar de ser distribuído gratuitamente. A direcção afirmou a apostar no online

REDACÇÃO

A revista musical inglesa NME anunciou que a edição que será divulgada na próxima sexta-feira, 9 de Março, será a última em formato físico porque, explica o portal The Independent, quer apostar mais na área do digital.

A história do New Musical Express começou em 1952 e ao longo de 66 anos cimentou-se como uma das mais conceituadas publicações sobre música.
Num passado recente, a 18 de Setembro de 2015, a publicação foi notícia por ter passado a ser de distribuição gratuita — Rihanna foi a capa dessa primeira edição. Desde então passou a ser distribuída todas as semanas, a todos os utilizadores de transportes públicos e estudantes.

A Time Inc. confirmou a notícia afirmando que: “A publicação gratuita e semanal NME vai deixar de ser publicada. O número desta sexta-feira será o último.”
Paul Cheal, o director de conteúdos musicais da Time Inc., acrescentou ainda que: “A NME é uma das mais icónicas marcas de media do Reino Unido e a mudança para a entrega gratuita ajudou a fazer crescer ainda mais o público da NME.com.”

“Ao mesmo tempo também enfrentamos custos de produção que não param de aumentar, enquanto o mercado da publicidade continua a diminuir. Infelizmente chegámos a um ponto em que já não é economicamente viável continuar o projeto. É na área do digital que vamos concentrar todos os nossos esforços de modo a garantir a continuação do crescimento da marca”, conclui.

Ao mencionar a “área do digital”, o representante da empresa está a falar do website, do serviço de venda de bilhetes, um novo espaço comercial de música (chamado de PledgeMusic) e ainda duas novas estações de radio.

Keith Walker, o actual director do digital da NME, afirmou: “Com estes novos desenvolvimentos estamos a dar ao consumidor mais daquilo que eles exigem de nós. Ao tornar as plataformas digitais o nosso core business podemos acelerar o impressionante crescimento que temos testemunhado nos últimos tempos”.

BANDAS E JORNALISTAS

O encerramento de uma das revistas de música mais queridas da Grã-Bretanha, o NME (New Musical Express), anunciada para esta semana (sexta-feira, 9 de Março) está a a merecer a homeganem de jornalistas e bandas que não cansam re reconhecer a importância deste veículo que terá a edição final impressa gratuita.

Após as notícias divulgadas, várias bandas e jornalistas homenagearam a NME, que por sua vez relançou como uma revista gratuita em Setembro de 2015.

“Lamento ouvir sobre o NME emitir sua última edição impressa”, escreveu The Libertines no Twitter. “Amor a todos os escritores lá que nos ajudaram ao longo dos anos, e a todos vocês que pegaram uma cópia. Bendito por tê-lo na nossa esquina”.

A banda britânica Slaves escreveu: “RIP NME . Ainda me lembro do sentimento de nossa banda ter sido mencionada em suas páginas sagradas. (E tenha uma cópia de cada vez que estivemos nele) Bendito por ter sido parte dessa revista histórica”.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorMatias Damásio realizará sete espectáculos gratuitos
Próximo artigo“O nosso maior problema está na espiritualidade”, alerta Ndaka yo Wiñi

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui