“Para participar no ‘Womex’, concorri ao projecto Diversidade”, Joe Cacunga

0
60
José Esteves Cacunga, "Stive”, é um dos mais destacados promotores e produtores angolanos. Foto: DR

O produtor e agente musical angolano teceu estas palavras neste quinta-feira, 28, depois de ser destaque cultural no mundo. 

Falando em exclusivo ao Portal Marimba Selutu, Joe Cacunga “Stive”, explicou que foi seleccionado ao Festival Internacional de World Music “Womex”, por ter concorrido ao projecto da União Europeia, Procultura PALOP-TL. “Para participar no ‘Womex’, concorri ao projecto ‘Diversidade – Procultura [PALOP]-PT’.”, afirmou o artista, acrescentando que a sua experiência em eventos do género tem sido através das suas participações nas edições anteriores desta feira internacional de música.

Quanto ao facto de ser o único produtor angolano a participar na Womex, o agente musical esclareceu que o projecto Diversidade escolhe apenas um profissional musical em cada país dos PALOP. “O Procultura PALOP-TL visa a selecção de um profissional de cada um dos [países] dos PALOP”, finalizou.

Estão a participar na Womex, os seguintes produtores e agentes musicais: Joe Cacumba “Stive” (Angola), Paulo Linhares (Cabo Verde), Edizildo Indi (Guiné-Bissau), ‘Pak Njamena’ (Moçambique), Enerlid Franca (São Tomé e Príncipe) e Olívio Santos (Timor-Leste).

A Womex é o maior encontro musical internacional e culturalmente diverso do mundo e a maior conferência do cenário musical global, com feira de negócios, palestras, filmes e pequenos concertos de showcase. Com mais de 2500 profissionais (incluindo 260 artistas) de 90 países envoltos, a Womex, é a plataforma de networking número um para a indústria da música mundial.

José Esteves Cacunga, “Stive”, é um dos mais destacados promotores e produtores angolanos, com a empresa Nguimbi Produções. Tem trabalhado com artistas no campo da world music e jazz. Filipe Mukenga, Totó ST, Anabela Aya, Sandra Cordeiro, Ndaka Yo Wiñi e Duo Canhoto são alguns dos artistas que constam na sua folha de serviços.

Colaborou com o Festival Internacional de Jazz de Luanda e tem sido a ponte para a presença de muitos artistas angolanos no Cape Town Jazz Festival e outros eventos internacionais.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorJomo Fortunato exonerado do Ministério da Cultura
Próximo artigoFilipe Zau é o novo ministro da Cultura

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui