Festeca e CIT cancelados devido ao luto nacional

0
62
- Publicidade -

Os organizadores do Festivais Internacionais de Teatro do Cazenga (Festeca) e do Circuito Internacional de Teatro (CIT) cancelaram os espectáculos previstos para esta semana, em Luanda, devido ao período de luto nacional de sete dias, decretado pela morte na passada sexta-feira, em Barcelona, do ex-presidente José Eduardo dos Santos.

De acordo com o Decreto Presidencial, estão cancelados todos os espectáculos e manifestações públicas, para se homenagear condignamente a figura do antigo presidente que foi “uma figura ímpar da Pátria Angolana e no contexto das Nações”.

As exibições do Festeca estavam agendadas para o Centro de Animação Artística do Cazenga, enquanto os espectáculos do CIT estavam marcados para o Teatro Elinga, na baixa de Luanda.

De acordo com o director-geral do Circuito Internacional de Teatro, Adérito Rodrigues “BI”, o cancelamento dos espectáculos não vai prejudicar a programação, uma vez que o festival vai até 16 de Setembro, um dia antes de se comemorar o centenário do Fundador da Nação, António Agostinho Neto. 

Em entrevista ao Jornal de Angola, Adérito Rodrigues disse que haverá um reajuste na programação e os grupos poderão ser reenquadrados dentro do calendário das exibições dos espectáculos de teatro. “Não há clima festivo entre nós, estamos todos comovidos com a morte do ex-presidente, por isso vamos respeitar o Decreto Presidencial”, lamentou.

O mesmo sentimento de abalo pela morte do ex-Chefe de Estado José Eduardo dos Santos foi transmitido pela directora-geral da Associação Globo Dikuku, promotora do Festival Internacional de Teatro do Cazenga, Gloria da Silva, que informou terem sido igualmente cancelados todos espectáculos que estavam previstos no Centro de Animação Artística do Cazenga. 

Gloria da Silva explicou que está a ser analisada a possibilidade de serem somente realizadas as oficinas e palestras durante o festival que vai até domingo. Quanto aos grupos das demais províncias e os estrangeiros devem ser definitivamente cancelados, devido aos custos de deslocação e da logística.

A responsável lamentou os constrangimentos criados, principalmente por causa dos grupos estrangeiros, alguns dos quais já tinham agendado o desembarque para esta semana com o intuito de participarem da 17ª edição do Festeca.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorRastas homenageiam jornalista Tomás de Melo
Próximo artigoJuliette Laurent defende fortalecimento dos laços culturais entre Angola e França

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui