Tremura Show anima Sankofa19 com a Tchianda

0
260
Tremura Show é um grupo de dança de Angola criado por jovens de várias localidades do País.
- Publicidade -


Há 10 anos no mundo da dança, o grupo tem conquistado o seu espaço no mercado nacional, desfilando as principais danças das várias regiões, com destaque à tchianda

Guilherme da Silva (foto)

O grupo de dança Tremura Show, apresentou duas coreografias típicas da região das Lundas, na Conferência Panafricanista “Sankofa19”, no último final de semana, na Universidade Gregório Semedo, em Luanda.

O grupo angolano existe no mercado há uma década e foi fundado no Bairro Terra Vermelha, em Luanda, por iniciativa de “Tremura”, nome artístico de Januário Cardoso Fonseca N’gola. Tremura Show é formados por 24 elementos, dos quais oito meninas e 16 rapazes.

Falando no final do evento, o secretário do grupo, Jesus Muanganeno Tchiueno, natural da Lunda, afirmou que o fundador e mentor do conjunto decidiu atribuir este nome porque a dança característica do mesmo grupo é a Tchianda. “Nós fizemos Tchianda, que é ‘tremexer’ [movimentos das ancas]. Por isso, para  o português traduzimos em ‘tremura’.”, explicou Muanganeno, salientando que o fundador do grupo é natural de Malanje e os outros elementos são de Luanda.

Jesus Tchiueno acrescentou igualmente que o grupo de que faz parte tem exibido a dança tchinda que pertence à Lunda Tchokwé. “A região da Lunda Tchokwé é composta pelas Lundas-Norte e Sul, Cuando-Cubango, Luena-Moxico, Lubango e também uma parte do Bié. No entanto, também dançamos semba, kizomba, kuduro e outros géneros de danças”, sustentou.

OUTROS EVENTOS

Participaram no Carnaval de 2017 através do grupo infantil Cassule do Fogo e no ano passado, esteve presente numa actuação no Congresso do partido MPLA.

Depois da fundação do grupo, a 11 de Fevereiro de 2009, este participou no casting da TV Zimbo, ficando classificado na 2ª posição. E foi naquele momento que ficou conhecido pelo público. “Começamos a receber mais convites para os programas de rádio e de televisão. E actualmente, somos convidados em eventos como casamentos e outros tipos de festas.”, esclareceu o secretário do grupo, realçando que pretendem atingir outros mercados, avançando ainda a necessidade de patrocínios.

A maior dificuldade do Tremura Show, continua Jesus Tchiueno, prende-se com o transporte, apesar de haver outras.

“Por exemplo, quando nos convidam para um evento, andamos a pé e muitas vezes fora de hora [muito tarde], correndo todos os riscos, pois a nossa cidade cada vez mais violenta”, finalizou o responsável.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorKanye West presenteia Kenny G e uma sala de rosas a Kim Kardashian
Próximo artigoAngola na reunião mundial sobre propriedade intelectual

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui