Centro cultural recebe oficina de instrumentos musicais

0
46
O evento terá entrada gratuita. Foto: DR

Com características neo-renascentistas, o prédio possui, ao lado direito, uma chaminé de 24 metros, construída com tijolos compactos refratários, coroada por um chapeló em ferro moldado. Por isso, ficou conhecido como Chaminé e localiza-se em Manaus, Brasil.

Neste sábado, 15, às 14h, o Centro Cultural Usina Chaminé, em Manaus, receberá uma oficina de criação de instrumentos musicais para crianças. O evento, que se chama “Brincando na Usina Chaminé”, tem entrada gratuita.

De acordo com o portal Manaus Alerta, a actividade “Brincando na Usina Chaminé” vem com a proposta de conscientizar as crianças para a importância de cuidar do planeta, auxiliando na reutilização de materiais que seriam destinados ao lixo.

Para Edna Rezende, gerente da Usina Chaminé, a ideia surgiu a partir de uma ação solidária em 2015. “Criei esse projecto quando resolvi fazer brinquedos reciclados para distribuir para crianças na programação de Natal. Em seguida, nasceu o projeto ‘Oficina de Reciclagem com as Escolas’, em que os alunos visitavam o Espaço Criança, aqui na Usina Chaminé. A ação deu certo e seguimos aperfeiçoando o projeto”, explica.

Com duração de uma hora e trinta minutos, a actividade é voltada para crianças de 6 a 12 anos, no entanto, os pais ou responsáveis podem participar, interagindo juntos com as mesmas e serão utilizadas latas de leite, balão e palito de churrasco para a criação dos instrumentos musicais, que poderão ser levados para casa. “Assim, eles podem mostrar aos amigos e, quem sabe, reproduzi-los juntos”, acrescentou a responsável, destacado que esta iniciativa pretende deixar um legado para a cidade.

“O intuito é que a prática de reciclagem continue e que seja desenvolvida e incentivada em bairros, comunidades e municípios”, finalizou Edna Rezende.

Originalmente, o prédio Usina Chaminé tinha a finalidade de ser usina de tratamento de esgotos da cidade. Foi construído em 1910 pela empresa inglesa Manáos Improviments, concessionária de serviços de saneamento, contratada pelo governo estadual a partir de 1906.

Tombado como Monumento Histórico do Amazonas em 1988, a edificação foi reformada em 1993 como Centro de Artes Chaminé para abrigar a Pinacoteca do Estado, com exposições temporárias.

Em 2002 o prédio recebeu nova reforma, já como Usina Chaminé, e foi reaberto como parte das ações do Programa de Preservação da Natureza da Memória Cultural e Histórica do Amazonas.

Deixe o seu comentário
Artigo anterior“Se eu fosse só cantor, não chegaria a lugar nenhum”, revela Wesley Safadão
Próximo artigoPorto e Lisboa recebem banda James em 2019

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui