“Se eu fosse só cantor, não chegaria a lugar nenhum”, revela Wesley Safadão

0
154
Wesley Safadão, músico e empreendedor brasileiro. Foto: DR
- Publicidade -

O músico brasileiro, que começou a sua carreira em 2003 com a banda Garota Safada, descobriu os segredos que o tornaram num dos artistas mais importantes do seu país em menos de duas décadas de carreira.

A informação foi anunciada pelo artista nesta terça-feira, 11, em entrevista ao programa Conversa com Bial, com Pedro Bial, na qual falou do sucesso e estilo que teve de adoptar.

De acordo com Wesley Oliveira da Silva, “Wesley Safadão”, para atingir o sucesso que o mundo conhece, teve de se tornar um homem de negócio.

“Quando comecei a delegar negócios a terceiros, foi um período que comecei a enxergar que, se eu fosse só cantor, não chegaria a lugar nenhum. Então comecei a me preocupar com tudo que envolve a carreira. As pessoas falam muito o que a gente quer ouvir, e quero saber o que preciso mudar em meus shows”, sustentou o empreendedor cultural, acrescentando que a sua mãe, sempre incentivou a carreira ao se fazer presente no seu escritório para saber a qualidade do seu trabalho musical.

Para o produtor, que deseja adoptar o nome de WS, para facilitar a popularização e reforçar a marca de eventos, o camarote foi um divisor“No período pós-carnaval a gente dá uma parada de 20 dias, mas em 2015, nem parou, trabalhamos de segunda a segunda. Queria fazer show e que as pessoas me conhecessem, frisou também, recordando o início da carreira. 

Deixe o seu comentário
Artigo anterior“Semba tem condições para Património Imaterial da Humanidade”, Carolina Cerqueira
Próximo artigoCentro cultural recebe oficina de instrumentos musicais

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui