“Estou preparada para críticas devido a junção de Kuduro e Gospel”, defende Glória da Lu

0
113
Glória da Lu é uma cantora e compositora angolana. Fotografia de Rafaela Guelengue.
- Publicidade -

Estas declarações foram proferidas nesta terça-feira, 22, em Luanda, pela cantora e compositora angolana Glória da Lu, no final da conferência de apresentação da 8ª edição do Ponto Cultura, projecto de colaboração musical de artistas estrangeiros e angolanos.

Falando em exclusivo ao Marimba Selutu, a cantora evangélica que autografou o seu primeiro trabalho discográfico em Fevereiro do corrente ano, em Luanda, disse que a sua participação na presente edição deste projecto cultural está a ser uma experiência nova.

“Já começo a agradecer a Fundação Arte e Cultura pelo convite, pois estou preparada para experimentar um pouco de tudo. Isto é um pouco de tudo que vou experimentando”, frisou a compositora, acrescentando que a combinação dos estilos kuduro e gospel é boa e a língua inglesa está a ser um desafio para a sua interacção com músicos israelitas.

Glória da Lu fez saber também que, apesar de não ser uma falante fluente, o kimbundu é a língua escolhida para representar Angola neste projecto através de uma música que fala da dimensão criadora e orientadora de Deus.

Questionada se essa possível colaboração com kuduro não trará uma má interpretação da classe artística e demais público gospel, a cantora sustentou que está preparada para críticas e explicação, se necessário, no ambito desta parceria inovadora e internacional.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorIsraelitas e angolanos em estúdio para concerto inédito em Luanda
Próximo artigoBarack Barack torna-se apresentador de documentários da Netflix

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui