EUA reconhece crescimento na cooperação cultural com Angola

0
53
- Publicidade -

O embaixador dos Estados Unidos de América em Angola, Tulinabo Mushingi, enalteceu, num comunicado de imprensa, a cooperação entre os dois países, em especial no domínio da Cultura, no final de um espectáculo, realizado na capital, para saudar o 4 de Julho, Dia da Independência norte-americana.

O espectáculo, que teve a cantora Aisia Casanova, como destaque, serviu, disse o embaixador, como ponte para reforçar a parceria entre os dois povos, assim como reconhecer os esforços combinados dos actores angolanos e norte-americanos.

Com a denominação “Parceiros para o Progresso”, o espectáculo foi feito para demonstrar que as relações bilaterais entre Angola e os Estados Unidos estão cada vez mais fortes, em especial no domínio da Cultura.

A multifacetada artista e compositora, originária do Texas, que reside em Luanda há quase dez anos, tem vindo a colaborar com artistas de renome angolanos como Toty Samed, Gari Sinedima, num projecto novo a anunciar, assim como com os produtores Afro Warriors e os conceituados Djs Paulo e Ricardo Alves.

Na discografia da cantora despontam “Twin Flame Love”, com a participação de Gari Sinedima, “Ombembwa Octhisola”, canção cantada em Umbundu, e “Push and Pull”, colocado na lista de melhores temas na África do Sul. Aisia Casanova é, ainda, a fundadora da produtora e estúdio “ooJah Productions”.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorJuliette Laurent defende fortalecimento dos laços culturais entre Angola e França
Próximo artigoDebatido crise de valores socioculturais

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui