Debatido crise de valores socioculturais

0
49
- Publicidade -

O escritor e educador comportamental Miguel Simão mostrou-se, em Luanda, preocupado com a crise dos costumes e dos valores culturais transmitidos de geração para geração, o que tem estado a influenciar na mudança comportamental das sociedades mais tradicionais.

Em declarações, ao Jornal de Angola, Miguel Simão, que apresenta hoje entre as 9h00 e as 13h00, mais uma edição do projecto “A minha dor me fortalece”, no Royal Plaza, em Talatona, explica que durante as quatro horas de debate vai privilegiar um diálogo sobre as causas e origens da degradação dos valores culturais.

Como educador comportamental, disse que nos últimos tempos tem promovido debates públicos sobre matérias ligadas ao comportamento emocional, profissional e financeiro, temas explorados nos seus livros “Como viver além dos cinco sentidos” e “A Rainha do Game”.

Para o debate, explicou, teve como convidado o escritor e educador financeiro Daniel Vunge, que vai fazer um resumo do tema “Dores financeiras”, enquanto o próprio vai abordar o tema “Dores profissionais e emocionais”. Na sua observação sociocultural, é de opinião que os jovens devem se superar e se auto-valorizar, para combater os comportamentos negativos que provocam dor e sofrimento.

Miguel Simão, que tem dado cartas no mundo os influenciadores comportamentais, tem procurado transmitir as suas comunicações de modo transparente e simples.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorEUA reconhece crescimento na cooperação cultural com Angola
Próximo artigoFILDA 2022: expositores juntam-se em stand colectivo

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui