Exposição “Universo Feminino” celebra Mulher

0
104
Exposição Universo Feminino celebra Mulher. Foto: DR
- Publicidade -

Inaugurada oficialmente nesta segunda-feira, 7, a exposição colectiva “Tondongo, o Universo Feminino” vai até ao próximo dia 20, na Galeria de Arte do Pavilhão de Angola, na Expo 2020 Dubai, em comemoração do Dia Internacional da Mulher, que se comemorou nesta terça-feira, 8.

O discurso de abertura foi proferido pela Comissária de Angola para a Expo Dubai, Albina Assis Africano. Com a finalidade de criar laços de intercâmbio cultural e fortalecer as trocas de experiências no plano artístico, a amostra colectiva reúne artistas de vários horizontes, mostrando assim a diversidade e riqueza da arte contemporânea, celebrada por mulheres.

Estão apresentadas 32 obras em diversos estilos artísticos, como pintura, escultura, modelagem, aplicação em tecido, fotografia e apresentações de nove artistas. Entre os artistas que deram vida à exposição, constam Armanda Alves, Carla Peairo, Daniela Ribeiro, Fineza Teta e Maria Belmira Gumbe, que já participaram com exposições individuais na Galeria apresentando obras das séries, “A Dinâmica do Ser”, “Traces of a Legacy”, “Ancestralidade e Tecnologia”, “Simbiose” e “Tecendo Memórias”, respectivamente.

À estas artistas juntam-se a amostra internacional, dance performer e coreógrafa angolana, Aneth Silva. Anastasie Akibodé, francesa com raízes africanas que remontam a Cabo Verde, Benin e Senegal, apresenta “Energias Artísticas interligadas”; Miriam Rodriguez, nascida em Portugal, com origens de Cabo Verde e Angola, mostra a colecção “Renascer” e a artista plástica Márcia Dias, angolana e embaixadora cultural da Fundação Óscar Ribas, apresenta o conjunto de obras “Resiliência”.

Com a curadoria de Carla Peairo, “Tondongo, o Universo Feminino, sacrificação ritualística, feminina e africana” é uma exposição que simboliza a gestação do ser e marca a união de diferentes linguagens que se harmonizam no sentimento comum de força e criatividade.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorIsmael Mateus conversa com leitores no MAAN
Próximo artigoFestival IndieLisboa abre com filme sobre Cesária Évora

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui