Ismael Mateus conversa com leitores no MAAN

0
98
Ismael Mateus é um escritor e jornalista angolano.
- Publicidade -

O escritor e jornalista Ismael Mateus é a aposta para a edição desta quinta-feira, 10, a partir das 16h30, do projecto “Textualidades – Conversas com Leitores”, no Memorial Dr. António Agostinho Neto (MAAN), em Luanda.

Nascido em Luanda aos 6 de Julho de 1963, Ismael Mateus. É membro fundador do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) e é membro da União dos Escritores Angolanos (UEA).

Jornalista desde 1981, tem publicado textos de opinião desde 1985, inicialmente na Rádio Nacional de Angola, sob os títulos “Dia-a-Dia na Cidade” e “Bué de Bocas”, e, depois passou para à Luanda Antena Comercial (LAC ), sob o título “Recados para o meu Chefe”.

Posteriormente passou a publicar textos de opinião nos jornais Angolense, Cruzeiro do Sul e Semanário Angolense. Pela primeira vez, publicou em livro, no ano de 1992, lançando a colectânea de textos radiofónicos “Bué de Bocas”, em edição da Edipress, bem como a obra intitulada, “Ascensão e Queda de Bartolas Matias”.

Em 2000, foi coordenador da colectânea de textos “Angola a Festa e o Luto”, lançado por ocasião do 25º aniversário da Independência Nacional. Em 2001, pela editora Nzila, publicou o seu primeiro romance com o título “Os tempos de Ya Kalaya”. Com base nas entrevistas por si conduzidas na LAC, por ocasião da morte de Jonas Savimbi, a Editorial Nzila publicou em 2002, o livro “UNITA que Futuro?”.

Em 2003, pela mesma editora, publicou o livro “Sobras de Guerra”. Pela União dos Escritores Angolanos (UEA), Ismael Mateus publicou em 2005 “Experiências do Sentir”, o seu primeiro caderno de poemas, e em 2010, “Laços de Sangue” (romance), uma proposta de reflexão sobre a família, a manutenção do casamento, a infidelidade, a mentira e a prostituição masculina. Pela Mayamba Editora, publicou “Cinco Dedos de Vida” (conto) e “O Cidadão Ismael Vol. I e II (crónica).

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorZé Beato defende censura de músicas difundidas na comunicação social
Próximo artigoExposição “Universo Feminino” celebra Mulher

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui