Camões acolhe exposição da Escola Portuguesa de Luanda

0
77
- Publicidade -

O Centro Cultural Português, em Luanda, acolhe até o dia 30 deste mês, uma exposição de artes plásticas dos alunos da Escola Portuguesa de Luanda (EPL).

Intitulada “Vivências”, a exposição inaugurada na passada quarta-feira, 8, é composta por 70 trabalhos feitos por alunos do pré-escolar ao 9º ano de escolaridade, durante o ano lectivo 2020-2021, nas disciplinas de Educação Visual, Educação Tecnológica e Artes Visuais.

De acordo com a nota que tivemos acesso, a mostra contou com a participação dos professores, estudantes e artistas plásticos angolanos Álvaro Macieira e Van.

Os alunos tiveram a oportunidade de aprender novas técnicas de colagem e pintura, desenvolvendo algumas das propostas que se apresentam agora na Exposição de artes plásticas “Vivências”.

O tema “Vivências” surge como inspiração, baseada em momentos, bons e maus que ficaram registados na memória e que agora são apresentados em tela. “Num ano em que começamos a deixar algumas restrições impostas pela pandemia, decidimos apresentar uma exposição cheia de cor, em que cada trabalho representa um pouco da história de vida de cada criança ou jovem participante”, refere o comunicado da instituição, citado pelo Jornal de Angola.

A parceria entre o Camões – Centro Cultural Português e a Escola Portuguesa de Luanda conta com 11 anos de existência, e segundo Cecília Martins, coordenadora da iniciativa Arte na Escola e do Plano Nacional das Artes, através desta iniciativa, todos os anos “a Arte vem para rua dar-se, doar-se e mostrar-se atrevida como ela é, à cidade, aos Luandinos”. Representa uma oportunidade para a escola sair das suas fronteiras naturais que é o perímetro escolar e a comunidade educativa e envolver-se também com outros públicos.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorDog Murras critica proibição de uso da língua materna em Angola
Próximo artigoArtistas realizam espectáculo para angariar fundos em Viana

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui