Paulo Flores lamenta morte de Galiano Neto e deixa um recado

1
111
Paulo Flores é um dos músicos e compositores angolano mais popular . Foto: DR
- Publicidade -

O instrumentista e compositor angolano Galiano Neto perdeu a vida nesta quinta-feira, 3, na sua residência, em Portugal.

Na tarde desta quinta-feira, 3, o músico Paulo Flores lamentou a morte do seu colega, exprimindo a eterna saudade que fica na história.

“Foi com muita tristeza que recebi a notícia do passamento físico do grande Galiano Neto. Autor, compositor, percussionista, professor e mestre, na arte da música, da História de Angola e da vida”, escreveu o artista.

O artista revelou a forma como trabalhou a polémica canção de Galiano Neto, esclarecendo todas as dúvidas que pairavam sobre o ar.

“Lembro-me quando chegou numa digressão a Inglaterra com a ideia da música ‘Makalakato’, sempre a insistir para eu trabalhar a letra, o que felizmente fiz e o resto é história, nossa história, de luta e de dor. Dor que se repete agora que nos deixaste”, frisou, deixando recado, no dia da morte de Galiano Neto.

Na publicação feita, na sua conta oficial da rede social Facebook, Paulo Flores publicou imagens de uma actividade que teria ocorrido em Macau, onde o músico Galiano Neto terá participado. “Estas imagens são da nossa última viagem juntos a Macau, sempre alegre e generoso. A cultura de Angola perdeu um grande da nossa História. Descansa em paz, Biggas. Eterna saudade!”, finalizou.

Importa recordar que o Marimba Selutu chegou a publicar um artigo que colocava em cheque o conflito entre os músicos Paulo Flores e Galiano Neto, tendo os mesmos recorrido às suas contas do Facebook, para o devido esclarecimento do assunto.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorMorreu de ataque cardíaco o instrumentista Galiano Neto
Próximo artigoSemba precisa de estudo aprofundado para ser património imaterial

1 COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui