Morreu de ataque cardíaco o instrumentista Galiano Neto

0
145
Galiano Neto é um músico instrumentista angolano. Foto: DR
- Publicidade -

O instrumentista e compositor angolano Galiano Neto perdeu a vida nesta quinta-feira, 3, em sua residência, em Portugal. A imprensa portuguesa avançou que, o ataque cardíaco foi a causa da morte do artista que dedicou os seus 65 anos de vida à música angolana.

Nascido na Ilha de Luanda, Galiano Neto fez parte do grupos carnavalesco União Mundo da Ilha. Foi responsável por anos de produção musical carnavalesca, ligada a esta zona da cidade de Luanda.

Durante a sua presença profissional em Angola e no exterior, o instrumentista teve participações destacadas em conjuntos como o Grito di Povo e Merengues. Partilhando palco e gravado discos ao lado dos maiores nomes da música lusófona, como Bonga, Nancy Vieira, Waldemar Bastos, Chalo Correia, Paulo Flores, Eduardo Paim, entre muitos outros.

O artista trabalhou o seu lado social, envolvendo-se em projectos solidários, como é o caso de Mon na Mon – Juntos pela Guiné-Bissau; e de pesquisa, como é o caso do disco – Canta Angola ou Turma da Benção.

De acordo com a RTP, o percussionista angolano chegou a gravar um disco em nome próprio – Angola no Coração, em 2008.

Formado em pedagogia do ensino, ajudou inúmeros pesquisadores a traçarem a importância da música angolana na construção da identidade e também como forma de resistência.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorAdvogado lança livro que questiona próximo passo de África
Próximo artigoPaulo Flores lamenta morte de Galiano Neto e deixa um recado

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui