Calou-se para sempre a voz da lenda do Rock, Tina Turner

0
173
- Publicidade -


Tina Turner renunciou a cidadania americana em 2013 e viveu na Suíça desde 1995 até a sua morte

A cantora e compositora norte-americana de origem suíça, Tina Turner morreu na quarta-feira, 24, aos 83 anos de idade, de forma pacífica e vítima de doença prolongada, em sua casa, na cidade de Küsnacht, perto de Zurique, na Suíça.

A cantora que despertou multidões com a sua linda voz e composições impactantes, cantou o seu maior sucesso com a cantora norte-americana Beyoncé, no Grammy de 2008.

“É com grande tristeza que anunciamos o falecimento de Tina Turner. Com a sua música e a sua paixão sem limites pela vida, ela encantou milhões de fãs ao redor do mundo e inspirou as estrelas do amanhã”, destacou um comunicado tornado público nas redes sociais oficiais da cantora.

“Hoje nos despedimos de uma querida amiga que nos deixa a sua maior obra: sua música. Toda a nossa sincera compaixão vai para a família dela. Tina, sentiremos muito sua falta”, lê-se na nota fúnebre.

A conhecida “rainha do Rock ‘n’ Roll”, foi uma das maiores cantoras de todos os tempos, reconhecida pelos sucessos “What’s Love Got to Do with It” e “(Simply) The Best”.

A última vez que subiu ao palco foi ao lado da actriz Adrienne Warren, a artista interpretou o sucesso Proud Mary.

Nascida aos 26 de Novembro de 1939, em Brownsville uma cidade localizada no estado norte-americano de Tennessee, no Condado de Haywood, Tina começou a ganhar destaque como vocalista da Ike & Tina Turner Revue, antes de lançar uma carreira de sucesso como artista solo.

Em 1991, Tina Turner passa a fazer parte do Rock and Roll Hall of Fame e quatro anos mais tarde, em 1995, após se mudar para a Suíça, retorna aos Estados Unidos para fazer um grande show com o U2 na composição de Golden Eye para o filme de mesmo nome da franquia 007.

A canção se tornou um sucesso na Europa e, em 1996, Tina lança o seu oitavo álbum, Wildest Dreams, que inclui os singles “Something Beautiful Remains” e o dueto com o cantor Barry White, In Your Wildest Dreams.

Em 1999 lança o seu nono e último álbum de estúdio até a data, Twenty Four Seven, que trouxe os singles “Whatever You Need e When the Heartache Is Over”. Embora o mesmo álbum não tenha sido um sucesso comercial, a sua turnê de divulgação, a Twenty Four Seven World Tour, foi um sucesso de bilheteria e público.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorPesquisadora Florita Cuhanga Telo vence prémio Nacional de Direitos Humanos
Próximo artigoMozier Jocand lança “Sinos do Evangelho” na União dos Escritores

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui