Hino de protestos em Cuba “Patria y Vida” ganha dois Grammy Latino

0
91
Patria y Vida é o grupo vencedor do grammy latino 2021. Foto: DR
- Publicidade -

A música, “Patria y Vida”, que se tornou emblema nos protestos contra o Governo de Cuba, conquistou nesta quinta-feira, 18, dois prémios Grammy Latino: “Melhor Canção Urbana” e “Canção do Ano”. A cerimónia ocorreu no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos da América.

De acordo com a DW os intérpretes da canção são Yotuel, Gente de Zona, Descemer Bueno , Maykel Castillo El Osorbo e El Funky. No palco, os autores de “Patria y Vida”, exigiram “liberdade para todos os presos políticos que estão em Cuba”.

Por outro lado, no caso de “Patria Y vida” , também foram premiados compositores que contribuíram com o tema, como Yadam González e Beatriz Luengo.

No palco, os autores de “Patria y Vida” exigiram “liberdade para todos os presos políticos que estão em Cuba”. A premiação veio logo após essa música ser apresentada no palco em um dos destaques da cerimónia. A apresentação terminou com os cinco músicos gritando “Viva Cuba Livre”.

“Esta música é dedicada a todos os presos políticos em Cuba”, disse El Funky antes de cantá-la. Em particular, referiu-se ao líder do Movimento San Isidro , Luis Manuel Otero Alcántara; e Maykel Castilho El Osorbo. Vestidos totalmente de branco, os artistas convidaram o público a iluminar a escuridão com seus celulares e uma bandeira cubana foi vista entre os espectadores.

“Este é o primeiro Grammy que o povo cubano ganha”, disse à media Alexander Delgado, da dupla Gente de Zona . Descemer Bueno enfatizou que Osorbo “é o primeiro prisioneiro político a ganhar um Grammy”.

A canção foi precedida por uma introdução de Gloria Estefan, que se referiu a “Patria y Vida” como “um hino” e disse que “esta canção é um exemplo da força que a música tem para nos mobilizar, inspirar e unir sob a promessa de um dia melhor, continuar a semear essa esperança.”

O Grammy Latino de canção do ano reconhece as conquistas dos compositores, enquanto o prémio recorde do ano – que já havia sido anunciado para Talvez de Caetano e Tom Veloso – homenageia artistas, produtores e engenheiros de uma canção.

A 22ª edição do Prêmio Grammy Latino é a primeira presencial desde o início da pandemia. Em 2020, a premiação teve que ser celebrada com um ato virtual para evitar o coronavírus, mas neste ano eles apostam em um show musical e no tapete vermelho com uma multidão de artistas.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorNanutu lança “Gato Viju” em formato físico e digital
Próximo artigoAngola acolhe IIª edição da Bienal de Luanda

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui