Historiador e escritor brasileiro é o novo colunista do Portal Marimba

0
340
Carlos Carvalho Cavalheiro é o novo colunista do Portal Marimba Selutu. Foto: Ricardo Conrado Schadt

O Portal de Notícias Culturais “Marimba Selutu” conta, a partir da próxima segunda-feira, 2 de Agosto, com um novo colunista, o brasileiro Carlos Carvalho Cavalheiro.

Convidado pelo jornalista e CEO do Portal Marimba, Fernando Guelengue, o historiador e pedagogo brasileiro aceitou o desafio de partilhar as suas experiências académica com a comunidade de língua portuguesa.

“Pensamos que estamos a fazer um jornalismo inclusivo para com todos os especialistas angolanos, africanos, americanos, asiáticos e outros que falam a nossa língua e estejam interessados a partilhar o seu conhecimento sobre as culturas dos diferentes povos do mundo”, frisou o CEO do Portal Marimba Selutu, acrescentando que embora as dificuldades para a manutenção e gestão de plataformas com a dimensão cultural do Marimba Selutu, não poderão parar de trabalhar para o bem da cultura de todos os povos.

Em entrevista exclusiva ao Portal Marimba, o académico brasileiro considerou uma “honra extrema” escrever aspectos que façam sentido aos brasileiros e angolanos. “É uma honra extrema ao lado de uma responsabilidade inigualável. Infelizmente, ainda não conheço o continente africano e, por isso, o convite que recebi é de facto um desafio. Não é fácil buscar assuntos que façam sentido tanto para brasileiros quanto para angolanos.”, disse Carlos Carvalho Cavalheiro, acrescentando que muitas das tradições relacionadas aos africanos da diáspora são associadas, no Brasil, a origem angolana.

Para justificar esta tese, o especialista sustentou que para fazer menção a uma destas tradições citou a luta marcial chamada ‘capoeira de Angola’ ou ‘Capoeira Angola’ no Brasil.

“Espero que eu seja capaz de atender à expectativas desse desafio”, frisa, adiantando que o único convite que recebeu do continente africano é o do Portal Marimba.

O articulista brasileiro é colunista dos jornais “Tribuna das Monções”, da cidade de Porto Feliz (SP) e do jornal ROL (Região On Line), um jornal cultural online. Colaborou em diversos outros veículos de comunicação como os jornais “Tribuna de Sorocaba”, “Cruzeiro do Sul”, “Diário de Sorocaba”, “Tribuna Piracicabana”, os jornais culturais “Pedaços”, “Patubuiú”, “Jornal da Cidade” entre outros.

Teve igualmente passagens em jornais culturais, tendo sido um dos fundadores do “Sepé-Tiaraju” e do jornal mimeografado “Movido à Álcool”.

“Aproveito para agradecer o gentil convite feito pelo jornalista e amigo Fernando Guelengue que tive o prazer de conhecer há alguns anos na Bienal Internacional do Livro em São Paulo (Brasil)”, finalizou.

Nascido em São Paulo, Brasil, em 1972, Carlos Carvalho Cavalheiro é mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Licenciado em História e Pedagogia, Bacharel em Teologia. Publicou cerca de 30 livros, dentre eles: “Salvadora!”, “Folclore em Sorocaba”, “Entre o sereno e os teares”, “João de Camargo, o homem da Água Vermelha”, “Memória Operária”, “André no céu”, “O negro em Porto Feliz”.

É igualmente historiador e professor de História na rede pública municipal de Porto Feliz (SP), escritor, poeta, documentarista e acadêmico correspondente da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e  Artes – FEBACLA.

Deixe o seu comentário
Artigo anterior“Jacob Desvarieux deixa um legado notável à defesa da cultura”, defende Jomo Fortunato
Próximo artigoArtistas reagem morte de Jacob Desvarieux

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui