Mago de Sousa lança “A Carta para o meu Pai”

0
60
Mago de Sousa é um artista e compositor angolano. Foto: DR
- Publicidade -

“A Carta para o meu País”, é o novo single do músico e compositor angolano Mago de Sousa, lançado no último domingo, 24, nas plataformas digitais.  Neste dia, Angola registou a abertura da campanha eleitoral.

No tema o artista apela a confiança dos angolanos e segue a mesma linha da música “Mãe Pátria”, usada em campanhas de sensibilização política e uma exaltação ao patriotismo.

De acordo com o Jornal de Angola, Mago de Sousa foi sempre movido pelo patriotismo e o amor ao solo pátrio que o viu nascer.

A música “A Carta para o meu País” foi gravada nos estúdios Delta Pro e teve a produção de Dussa. A música  (Confiança) foi lançada, exactamente, no dia 24 de Julho, data que marcou o início da campanha eleitoral. Mago de Sousa disse que esta foi a estratégia que usou para passar a mensagem de um futuro confiante e seguro. 

Em “Carta para o meu País”, o músico apresenta-se como um filho que adora a mãe, Angola e que vem transmitir confiança e certeza para o futuro, porque vê sinais de mudança. 

Mago de Sousa é uma das vozes de referência do cenário musical da actualidade, no seu reportório pode-se encontrar canções como “Silêncio”, “Boémia”, “Paola”, “Festa de Quintal”, “Minha Travessa (Maculusso)”, “Par Perfeito” e “Fé e Esperança”.

João Mago Belo de Sousa nasceu no dia 13 de Maio de 1985, e começou a sua carreira musical no ano de 1999, com os amigos Lázaro, Evalnilson e Lauro. O Hip Hop foi o estilo de eleição no início da carreira, mas em 2004 aposta na formação superior na Namíbia e lá forma o grupo Os Originais. Neste grupo participa nos três álbuns “Chicote”, “007” e “Fé”, com o sucesso da música “Fé ou Esperança” a dar-lhe muita visibilidade.

Com o fim dos Originais abraça uma carreira a solo, em 2015, com o single “Carolina” uma produção de Chico Viegas que conquistou os angolanos.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorInvestigadores lançam livros sobre poderes abusivos e pecados mortais no ensino
Próximo artigoInstalada Comissão da Carteira Profissional do Artista

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui