Glória da Lu vence “LAC Unitel” no Festival da Canção

0
241
Glória da Lu é uma cantora e compositora angolana que brilhou no palco do Palácio de Ferro. Foto de Domingos Barrete.
- Publicidade -

Depois de ter vencido a categoria de “LAC Unitel” na 24ª Edição do Festival da Canção de Luanda (FCL), a cantora e compositora angolana, Glória da Lu, declarou recentemente que tem vários projecto por finalizar.

Falando em exclusivo ao Portal Marimba, Glória de Lu afirmou estar a preparar vários projectos que serão finalizados e anunciados brevemente. “Nós temos muitos projectos que começaremos a finalizar. Por serem grandes, deixamos primeiro o Festival da Cancão terminar. Tínhamos de nos firmar nele [no Festival da Canção ] e agora, vamos colocar em prática, para todos que votaram em Glória da Lu, tudo que agendamos.”, garantiu a compositora.

Questionada sobre a possibilidade de participar na próxima edição como concorrente, a considerada Propriedade de Jeová disse que esta decisão estava na mão de Deus.


A cantora disse ainda que quando se encontrava na sua casa, pediu a Deus que a abençoasse com pelos menos um prémio. “Antes de sair da minha casa, orei com a minha família e todos falámos: ‘Deus não permita que o nosso esforço seja em vão’. E em voz alta, falámos que eu não sairia do palco do Festival da Cancão sem que levasse alguma coisa para casa.”, revelou, agradecendo a Deus por ter influenciado as pessoas a votarem na sua música “Mãe, Diamante Lapidado”.

Glória da Lu é uma cantora evangélica, intérprete e compositora angolana que venceu dois prémios na 23ª Edição do Festival da Canção de Luanda – LAC 2020, nas categorias “Mais Votado” e “Melhor Letra” ao concorrer com a música “A Dor da Perda”, de sua autoria.

Entrou no mundo artístico por influência dos seus pais, Fernando Adão e Delfina Carlos, naquela altura em que acompanhava os momentos culturais dos mesmos, dando os primeiros passos com o público na igreja e mais tarde, nas actividades extra-escolares.


A sua estreia no mundo da composição foi marcada com a gravação da primeira canção intitulada “Vitória”, escrita pela cantora numa altura em que frequentava os exercícios práticos do curso de piano na Igreja Metodista Unida de Galileia, município de Cazenga, Luanda. Ainda assim, foram os seus pais que escolheram o título desta citada canção.

Deixe o seu comentário
Artigo anterior“Tivemos um trabalho árduo de praticamente um mês de ensaios”, Mário Gomes
Próximo artigoCCBA promove “Festival do Livro na Rua” em Luanda