Anunciada edição especial do prémio Sagrada Esperança

0
153
Livros de Angola. Foto: DR
- Publicidade -

Sete milhões e 500 mil Kwanzas é o valor a ser atribuído ao concorrente vencedor do Prémio Literário Sagrada Esperança, edição especial centenário de Agostinho Neto, deu nesta segunda-feira, 14, a conhecer a directora do Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas (INIC), Domingas Monte.

Na apresentação do regulamento do prémio, de edição única, a directora do INIC, Domingas Monte referiu que será contemplado apenas um único vencedor, sendo-lhe atribuído juntamente um diploma, um troféu e o pagamento de 10 por cento da tiragem da obra.

De acordo com a Angop, a responsável sustentou que o regulamento do concurso visa celebrar o centenário do fundador da nação e primeiro presidente de Angola, bem como promover e perpetuar o legado literário de Agostinho Neto e dos valores humanos, sociais e culturais.

Poderão se candidatar todos os autores angolanos com ou sem obras publicadas, sendo os temas inteiramente livres, nos géneros literários romance (novela e conto), poesia, dramaturgia, ensaio e crónica.

Os participantes deverão remeter as suas obras ao Instituto Nacional das Industrias Culturais e Criativas (INIC), no período entre 14 de Fevereiro a 15 de Maio de 2022.

“Quanto o regulamento poderá ser consultado no INIC”, referiu.

Já a convocação e a outorga do prémio será realizado no âmbito do programa central das celebrações do centenário de Agostinho Neto, em Setembro de 2022.

Para o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, Filipe Zau, o Prémio Literário Sagrada Esperança, edição especial centenário de Agostinho Neto, visa incentivar a criação literária entre os autores nacionais e desencadear, de forma sistemática, uma nova vaga de legitimação discursiva para o conhecimento e consolidação da unidade nacional.

“Cabe-nos, necessariamente, o dever de promover, difundir e perpectuar o legado e o pensamento de Agostinho Neto, como estadista, humanista, homem de letra, líder no processo de autonomização político de Angola”, referiu.

Neste sentido, referiu o ministro, está aberto mais uma janela de oportunidade para os escritores angolanos, novos e consagrados, criarem e mostrarem o valor literário dos seus trabalhos.

O Prémio Literário Sagrada Esperança edição especial centenário de Agostinho Neto é organizado pelo Instituto Nacional das Indústrias Culturais e Criativas (INIC) e o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorMúsico Kapacata apresenta novo CD em Luanda
Próximo artigoFilipe Mukenga autografa disco que homenageia artistas da velha geração

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui