Maya Cool abrilhanta concerto dos apaixonados

0
177
Maya Cool é um músico angolano de referência. Foto: DR
- Publicidade -

O seu último trabalho discográfico, intitulado “Certeza”, saiu em 2012, onde se destaca o tema “Ancoró”, mas as suas músicas mais emblemáticas fazem parte dos álbuns mais antigos, como “Igual a ti” e “Lágrimas”.

O vencedor do “Top dos Mais Queridos”, em 2008, concurso promovido pela Rádio Nacional de Angola, Maya Cool, é o artistas de cartaz do concerto intimista “Cantares da Rainha”, que se realiza na próxima quinta-feira,12, na Casa da Cultura Njinga a Mbande, no Rangel, Luanda.

De acordo com o Jornal de angola, a directora do espaço cultural, Patrícia Faria, afirmou que o autor do sucesso “Ti Paciência”, terá como convidado o cantor Nelo Bastos, num concerto dedicado ao Dia dos Namorados.

Maya Cool, que tem no mercado os discos de originais “Lágrimas”, “Igual a ti”, “Anjo”, “Amores” e “Certeza”, vai aproveitar para recordar os principais sucessos da carreira como “Dia D”, “Liguei”, “Sereia”, “Boca azul”, “Junta ma nos” e “Materialista”, adicionando no alimento do show sucessos mais recentes como “Ancoró”, “Maka grande” e “Te juro”.

Lucas de Brito Pereira da Silva, “Maya Cool”, é o artista, que ainda em criança, “mergulhou” no mundo da música, tendo a Rádio Nacional de Angola (RNA) como ponto de partida e projecção, nos tempos do piô-piô. Natural de Luanda e possuidor de um carácter vistoso, o autor cresceu no município do Golfe e no bairro da Terra Nova (Rangel), onde descobriu a veia musical, sob influência da mãe e de um professor do ensino primário.

Na altura tímido e de poucos anseios, Maya Cool ingressou num grupo coral da Igreja Católica, onde surgiu a ideia de efectuar um teste na RNA, a fim de ingressar no grupo de cantores infantis piô-piô.

Naquela estacão emissora, que lhe “abriu as portas” ao mercado angolano, o cantor conviveu , na época, com outros artistas renomados como Ângelo Boss, Mamborrô, Joseca, Lopes Cortez e Mara Max.

Em 1988, Maya grava o primeiro grande sucesso, intitulado “A Moringa”, adaptado de um tema tradicional, ao qual se seguiram outras canções de sucesso, como “Nelson Mandela” e “1 de Junho”.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorIdimakaji comemora 22º aniversário sem apoio
Próximo artigoTito Paris canta no “Dia da Paz” em Angola

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui