“Preocupamo-nos sempre com a responsabilidade social”, Olga Albuquerque

0
113
Olga Albuquerque é a responsável pela responsabilidade social da NCR Angola. Foto: DR
- Publicidade -

Durante o 2º Fórum de Responsabilidade Social e Cidadania, que se realizou,
nesta última terça-feira, 5, do corrente mês, a Directora-Geral da NCR-Angola
esclareceu que a empresa, em que representa, tem feito muitas acções de
responsabilidade social, tanto dentro como fora da empresa

Fernando Guelengue

A Directora-Geral da NCR-Angola, Olga Albuquerque, afirmou, durante o
evento, que se realizou no Memorial Dr. António Agostinho Neto, que a NCR
tem um projecto, que se designa Projecto Cuerama, situado na província do
Cuanza Sul, na Quibala, à 130km do município.

“É um projecto que engloba uma escola para quinhentos alunos, um
posto médico, uma biblioteca e uma oficinas pedagógicas.”, fez saber,
reconhecendo que durante o ano corrente, a sua empresa não deu a conhecer ao
público tantos projectos de responsabilidade social da forma que gostaria, pois
“tem feito imensas acções, não só dentro da empresa, como também fora”,
embora reconheça, não serem tão grande como “nome do projecto”.

A responsável adianta também que a NCR está preocupada com as condições do
projectos. “Também estamos preocupados com o abastecimento de água, não só
para escola, mas também para a própria comunidade. Porque, é uma
comunidade que deve ter mil pessoas”, explicou, lamentando que tem visto
mulheres acarretar água à cabeça e que para isso já deu alguns passos com
ajuda dum técnico do Ministério da Energia e Água, que se deslocou ao Kwanza
sul, para canalizar a água e abastecer a aldeia toda.

Por outro lado, Olga Albuquerque contou que há duas semanas se fez o
encerramento do ano lectivo 2018 naquela província e quando chegou lá para
fazer o encerramento, deparou-se com uma festa onde viu muitas actividades
como a dança, a ginástica e a música. “Portanto, há muitas vocações para
música, como para as diversas actividades dentro da cultura, que devem ser
exploradas”, declarou, afirmando que a empresa vai precisar de ajuda de várias
pessoas para que a possam auxiliar a sobressaírem esses talentos. 

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorM Lokua – “Mobutu, Rei do Zaíre”, Lokua Kanza, Kinshasa
Próximo artigoUnitel junta músicos em prol das Quadras Natalícias nos Coqueiros

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui