Talento do Poeta Kitolongo reconhecido na Espanha e no Brasil

2
28
Poeta Kitolongo é o nome artístico de Tito Armindo João Mota. Foto: DR
- Publicidade -

O artista angolano de intervenção social através de poesias, trabalha para organizações culturais destes países o dia 7 de Março de 2021.

Poeta Kitolongo recebeu na passada quinta-feira, 5, em Luanda, dois diplomas de reconhecimento pelo contributo do seu trabalho artístico na Espanha e no Brasil. Os documentos foram entregues pela representante da produtora Latinidade, Aline da Silva, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda.

Em entrevista exclusiva ao Marimba Selutu, o poeta angolano manifestou a sua satisfação pelo reconhecimento internacional e lembrou que tem feito em prol da Cultura.

“Fui publicado por duas vezes nesta revista espanhola. A primeira vez, como actor, na altura em que tinha sido convidado para um filme, que é o ‘Sequestro em Espanha’, que será gravado no Rio de Janeiro, Brasil. A indicação aconteceu através da espanhola Margarita Bruno Espino e colegas que trabalham comigo na C4WEBTV, dirigida pelo brasileiro Carlos Costa. ”, explicou Poeta Kitolongo, acrescentando que descobriram que além de actor era poeta e, como gostaram de um texto meu, decidiram publicar na revista espanhola.

Poeta Kitolongo depois de receber o diploma das mãos da produtora brasileira Aline da Silva. Foto: DR

Para declamador, estes reconhecimentos vêm mostrar que devemos trabalhar mais para melhor apresentarmos e representarmos os valores, a dignificação e a perpetuação dos mesmos em todos os níveis e esferas.

A perda prematura dos seus pais e o estilo interventivo das suas poesias foram os dois principais desafios que o artista enfrentou ao longo destes últimos anos. “Estas dificuldades que enfrentei e enfrento na vida fizeram-me ver que a realidade é muito mais do que aquilo que vemos. Por isso, a vida deve ser encarada além das migalhas que ela tenta nos oferecer”, frisou.

Poeta Kitolongo, é o nome artístico de Tito Armindo João Mota, filho do mecânico angolano Kitolongo Armindo João Vunge e da vendedora ambulante “Zungueira” Ana Mazuela Mota, ambos naturais do Nagege, Uíge, local de nascimento do artista no dia 12 de Maio de 1996.

Da língua kimbundu para português, Kitolongo significa “já ninguém mexe” e foi adoptado em homenagem ao seu pai que faleceu aos 21 anos de idade (1999), no Negage, província do Uíge.

À semelhança de centenas de angolanos, a morte do marido e o sofrimento em criar um filho na sua adolescência, levou o irmão da mãe do artista  a decidir chamá-la para Luanda no ano de 1999, no sentido de encontrar melhores condições de vida. Mas 12 anos depois acabou por falecer.

Apesar de começar pelo amor às letras desde tenra idade, foi apenas em 2017 que começou a declamar profissionalmente vários temas de intervenção social, em Luanda.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorAnselmo Ralph anuncia novo disco de originais
Próximo artigoFestival Penafiel homenageia escritor Pepetela

2 COMENTÁRIOS

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui