Conheça os júris do Carnaval 2019

0
27
Carnaval de Luanda em grande estilo. Fotro: DR

Eles são das mais distintas disciplinas artísticas e possuem experiência cultural de longa data. Mas nem todos podiam estar nessa lista, conforme as suas responsabilidades sociais.

A Comissão Provincial de Luanda constituiu, nesta terça-feira, 19, a composição do júri do Carnaval 2019, conforme informação do seu coordenador, Manuel Sebastião.

Desta forma e de acordo com a Angop, o corpo de jurado será composto por Joaquim Freitas, presidente e analista da canção,  para a classe infantil.

O júri da classe infantil é ainda integrado por Lisete Rodrigues, Virgílio Santos, Helga Santos, Sany Diamante, Tucayana Costa, Sozinho Lopes, Osvaldo Ferreira, Don Sebas Cassule, Isabel Manuel, Osvaldo Moreira “Léu”, Pedro Lino Pombal, Fernando Nunes, António Coelho e Joaquim Costa.

Na classe B  adulto, a mesa tem como presidente Adriano Mixinge,e é integrada, entre outros, por Pedro Vieira Dias “Pectu”, Inocêncio de Oliveira, Albino Carlos, Antero Ekuikui, Maya Cool,  Fineza Teta, Guilherme Mampuya, Luís Maurício Pimentel, Felisberto Cassua, Roberto Figueira,  Álvaro Macieira, Vemba Amândio, Josefa Manzaila, Silvestre Manuel “Leroy “ e Liliana Nzinga.

Já na classe A, é composto por José Moreno Fernandes “Zeca Moreno”, como presidente, Manuel P.V.D. Tomás “Maneco, Nelson Augusto, Ilda Maria da Costa,  Lito Graça,  Mito Gaspar, Kayaya Júnior, Dina Simão, Elizabeth Santos,  Jorge Gumbe, Masongi Afonso,  Francisco Van-dúnen “ Van”, Armando Rosa, Manuel Claudino da Silva, Carla Esmeralda Rodrigues, António Gonga, António  Feliciano Dias dos Santos “Kidá”,  Manuel Ventura, Jimmy Rufino, Domingos Cristo e Manuel Teixeira.

A presente edição do Entrudo, cujos desfiles estão previstos para os dias 2, 3 e 5 de Março, vai contar com as participações de 43 agremiações, sendo 15 na classe infantil, 10 na classe B, que dá acesso dos 5 primeiros colocados a categoria A.

A classe A terá a participação de 18 grupos, ao contrário dos 14 como aconteceu até a edição 2018, devido, de acordo Manuel Sebastião, a inclusão dos quatro grupos que na edição passada ficaram sem competir em consequência das chuvas registadas no final do desfile central.

Cada grupo, segundo o responsável, terá 25 minutos de desfile, numa pista de 400 metros de comprimento e 12 de largura.

Na classe A, o título está em posse do grupo União Recreativo do Kilamba.

O União Povo da Samba vai abrir o desfile da classe A marcado para o dia 5 de Março, enquanto na classe B caberá ao União Unidos do Zango a ser o primeiro a passar na pista.

Já na classe infantil a primazia caberá ao Cassules Kazukuta do Sambizanga.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorAngola na reunião mundial sobre propriedade intelectual
Próximo artigo“Vou trabalhar em todas as áreas do entretenimento”, empresário americano Joseph Waker

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui