Empresário angolano vai lançar “O Marido Que Deus Me Deu” em Lisboa

0
247
José Chitue é um empresário e cristão angolano que reside em Portugal. Foto: DR
- Publicidade -


O empresário e cristão angolano José Chitue vai lançar em breve, o seu primeiro de seis livros escritos, na cidade de Lisboa, em Portugal. O autor que vai doar 50% da venda para órfãos, viúvas, veteranos da pátria e à Fundação Tchitue, ainda não avançou uma data concreta da venda e sessão de autógrafo na capital portuguesa.

Falando em entrevista exclusivo ao Marimba Selutu, José Chitue afirmou que a sua principal motivação para a escrita da presente obra foi o de ajudar o mundo através da partilha dos seus conhecimentos sobre o casamento.

“O perdão e a fé são abundantemente assertividades nas escolhas que fizemos diariamente, bem como no propósito de Deus em nossas vidas espirituais financeira e social”, frisou o jovem autor, acrescentando que deu início a génese do projecto literário há mais de sete anos em Angola, evoluiu em Barcelona e terminou em Portugal.

Questionado sobre a razão de um homem escrever o livro “O Marido Que Deus Me Deu”, José Chitue fez saber que a escolha do título deveu-se ao facto de ser um marido com uma experiência de mais de duas décadas de relacionamento amoroso com a sua mulher e família.

“A única arma que tive de usar para vencer no meu lar e ver os meus filhos e netos felizes foi ter Jesus Cristo como o comandante do meu casamento, mas o maior esforço não foi meu. Foi sempre da minha esposa e aprendi que a Mulher é a base para um lar robusto”, sustentou o autor, explicando que a escolha de Lisboa foi pelo facto de estar a residir naquela cidade europeia e não ter ainda capital suficiente para lançar em Angola.

O empresário confidenciou à nossa reportagem que no seu leque de manuscritos já contam-se seis potenciais obras com focos mais virados para educação familiar, financeira, gestão e ciência.

Com aproximadamente 300 páginas, Chitue afirmou que a deterioração da vida familiar tem sido alvo de ênfase tanto do mundo secular quanto do mundo cristão evangélico.

“No nosso país em especial, muitas famílias têm se distanciado dos padrões divinos, levando a deterioração dos valores cristãos e do Lar. O lar foi estabelecido por Deus e não pelos homens”, reforçou José Chitue, esclarecendo que Deus revelou na sua Palavra uma estrutura que impede a deterioração da família.

O religioso reforça a tese da sua obra no livro de Salmos 127: 1 e 2 que afirma: “Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam, se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão que penosamente granjeastes, aos seus amados ele o dá enquanto dormem”.

Para além de Portugal e Angola, o também investidor vai lançar o seu guia para o casamento na Espanha e nos Estados Unidos da América e explica na sua obra que não há valores humanos quando não se conhece verdadeiramente Deus.

Com técnicas científicas, experiências vividas na criação dos seus 10 filhos, “O Marido Que Deus Me Deu” é um um guia prático para toda a mulher com propósito que apresenta a solução da prosperidade financeira, social e espiritual no casamento.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorJosé Luís Mendonça lança livro com história da Angola pós-colonial
Próximo artigoEscritores da lusofonia juntam-se para primeira Antologia

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui