Feira do Livro de Lisboa arranca com “maior oferta de sempre”

0
82
Feira do Livro de Lisboa. Fotografia: DR
- Publicidade -

A 93.ª edição da Feira do Livro de Lisboa acontece no Parque Eduardo VII, com 139 participantes, cerca de  980 chancelas editoriais e os mesmos 340 pavilhões da edição de 2022, numa fase marcante de regresso às datas tradicionais entre Maio e Junho.

A edição assiste ainda às sessões de assinaturas de autógrafos por Isabela Figueiredo, José Milhazes, Alice Vieira e João Pedro George, além de reservar um especial para análise do Plano Nacional de Leitura (PNL), representado pela primeira vez na Feira do Livro de Lisboa e com programação diária.

“Abrimos um consultório de leituras para leitores e não leitores, dos 0 aos 100. Todos os elementos da equipa PNL, incluindo a comissária e a subcomissária, vão sugerir livros para diversos estados de alma. Os que nos visitarem no auditório poente da Feira, entre as 18h00 e as 19h00, nos dias úteis, terão direito a um momento de diálogo, um poema para lerem e ouvirem e um folheto com sugestões de livros de ficção, não ficção e infantojuvenis”, revelou o PNL, em comunicado, esta semana.

Para esta edição, são esperados também “muito mais escritores” e “mais autores internacionais do que no ano passado”, afirmou o presidente da APEL, que tem verificado um aumento da “proactividade nos escritores, que dizem ‘quero estar’ na feira”, em vez de simplesmente esperarem pelos convites.

Pedro Sobral espera, por isso, que este ano aumente o contacto com escritores e a afluência, que em 2022 se situou entre os 770 mil e os 790 mil visitantes.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorAs Figurinhas do WhatsApp – Crisóstomo Ñgala
Próximo artigoMedalha Manguxi volta brilhar para o consulado de Angola

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui