Projecto “Casa da Música” financia novos talentos

0
196
Fernando Ferreira, coordenador da Fundação Arte e Cultura.
- Publicidade -

Por meio de um estúdio de gravação de música profissional, a Fundação tem reunido recursos financeiros para suportar os custos de edição e gravação de músicas dos artistas que são considerados novos talentos do mercado musical angolano.

A informação foi avançada recentemente pelo coordenador da Fundação Arte e Cultura, Fernando Ferreira, durante durante uma entrevista exclusiva ao Portal Marimba Selutu, no âmbito do 2º Fórum de Responsabilidade Social e Cidadania, ocorrido em Luanda.

Segundo o responsável, a instituição que representa tem como uma das prioridades a formação e ajuda dos jovens que têm talentos e não têm meios financeiros para custear a gravação das suas músicas.

“A ‘Casa da Música’ é um dos projectos pilares da Fundação. É um projecto que procura apoiar jovens músicos angolanos. Temos um estúdio profissional que permite fazer gravações ou ensaios cuja acção funciona de duas formas.”, revelou a fonte, esclarecendo que a iniciativa trabalha igualmente com artistas e grupos musicais com capacidade de pagar os ensaios e as gravações.

Fernando Ferreira acrescenta ainda que estes valores, que o projecto recebe, utiliza para financiar projectos de jovens músicos talentos, contudo, sem capacidade financeira. “Nós [Fundação Arte e Cultura] podemos ajudá-los a editar as suas músicas e divulgar no Youtube ou noutras plataformas”, sustentou, sublinhando que a fundação também tem leccionado aulas de músicas a crianças de muitos lares de aconselhamentos, em volta da cidade de Luanda.

Quanto ao voluntariado na área cultural, o responsável pensa que quando se fala de arte plástica é preciso divulgá-la ao público, pois se deve começar a ensinar essa arte às crianças para que elas ganhem o gosto. “Por exemplo, se visitarmos uma exposição ou quisermos explicar o que é a Arte e as suas principais correntes, que é uma coisa que fazemos na Fundação Arte e Cultura, temos de mostrar às crianças que a cultura tem de ser democrática ou tem de atingir a todos e não só as elites.”, finalizou.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorTrajectória de Totó em concerto no Centro Cultural Camões
Próximo artigo“Kizomba e o Zouk são gémeos falsos”, Mucano Charles

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui