“A música ajudou-me sempre a contar a minha história”, Michelle Obama

0
230
A ex-Primeira Dama dos Estados Unidos da América foi a primeira grande surpresa do evento. Foto Divulgação
- Publicidade -

A ex-primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, foi uma das convidadas para a abertura da 61.ª cerimónia do Grammy, a maior premiação da música mundial. Ao lado de Lady Gaga, Jada Pinkett-Smith, Alicia Keys e Jennifer Lopez fez grandes revelações sobre a sua relação com a música.

De acordo com o Observador, a aparição da mulher do antigo presidente dos EUA, Barack Obama, na cerimónia dos Grammys causou surpresa e entusiasmo nos convidados e público que assistiram o evento, no domingo, 11, em Staples Center, Los Angeles.

No palco, Michelle Obama só precisou de dizer três palavras — “From Motown records (…)”, isto é, “dos discos da Motown (…)” — para receber uma aclamação e gritos. 

“Dos discos da Motown que ouvi no sul às canções como a ‘Who Runs the World (Girls)’ que me alimentaram e deram energia nesta última década, a música ajudou-me sempre a contar a minha história”, começou por dizer Michelle Obama, acrescentando: “Sei que isto acontece com toda a gente aqui, quer gostemos de country, de rap ou de rock.”

“A música ajuda-nos a partilhar quem somos, a nossa dignidade e as nossas tristezas, as nossas esperanças e as nossas alegrias. Permite-nos ouvirmo uns aos outros, convidarmo-nos uns aos outros para entrar. A música mostra que tudo importa, cada história presente em cada voz, cada nota presente em cada canção”, apontou ainda Michelle Obama. 

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorLokua Kanza felicita Ndaka Yo Wiñi pelo “Olukwembo”
Próximo artigoCarlos Burity em concerto na Inglaterra

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui