Só o primeiro mundo que não tem – Guigo Ribeiro

0
37
Um texto do acto brasileiro Guigo Ribeiro. Foto: MS
- Publicidade -


Procurando bem, todo país tem seu problema. Só no primeiro mundo que não tem.

Falhas estruturais, presepadas governamentais…
Só no primeiro mundo que não tem.

Desvios de caráter, suborno na calada, problema na lombada…
Só no primeiro mundo que não tem.

Em todo mundo tem
Jeitinho brasileiro tem
Tem em todo canto
Mas no primeiro mundo não tem.

Estruturas em desacordo, dinheiro desviado, tempo qualquer roubado…
Só no primeiro mundo que não tem.

Economia instável, inflação sufocando, “chefes” viajando…
Só no primeiro mundo que não tem.

Saúde ruim, educação em queda, fila de espera…
Só no primeiro mundo que não tem.

Propaganda enganosa, excessiva vaidade, arte de baixa qualidade…
Só no primeiro mundo que não tem.

Sucesso impulsionado, cantor fora do tom, plateia achando bom…
Só no primeiro mundo que não tem.

Filmes ruins, peças ruins, pinturas ruins…
Só no primeiro mundo que não tem.

Gases em espaços públicos, meleca de nariz, cocô de pombo no chafariz…
Só no primeiro mundo que não tem

Não tem!
Ditadores, assassinos…
Calhordas, assassinos…
Assassinos, assassinos…
Só o primeiro mundo que não tem.

Suborno, violência…
Consumo excessivo, indecência…
Só o primeiro mundo que não tem.

Gente deprimida, sem coragem, sofrida…
Cansada, explorada, unha encravada…
Só o primeiro mundo que não tem.

Gente meio estranha, frustrada, invejosa…
Só o primeiro mundo que não tem.

Problemas entre vizinhos, o sujeito da casa do fim da rua, o que joga lixo na via, o que grita com os filhos, o que acelera demais…

Só o primeiro mundo que não tem.
Fast food, eu-food, colesterol…
Diabetes, pressão, mau futebol…

Só o primeiro mundo que não tem.
Só o primeiro mundo que não tem!

Todo mundo é meio, pouco ou muito incivilizado…
O primeiro mundo não.

Alguém que escreve errado…
Que fala errado…
Que anda errado…
Que é errado…
Que acha todo mundo errado…
O primeiro mundo não.

Já falei de roubos, apropriação de riqueza e império construído com sangue?
É que no primeiro mundo não tem.

Todo mundo é. Um resto, uma ralé. Só o primeiro mundo que não é.
Não é, Chico?
_____
Guigo Ribeiro é um artista brasileiro fazedor de literatura, música e teatro que tem estado a liderar e apoiar pessoas com deficiência através da prática de teatro com o grupo Museatro.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorPrincípios são princípios e nada mais – Marcolino Baptista
Próximo artigoA Batalha do Vau do Pembe – Carlos Carvalho Cavalheiro

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui