União Europeia confirma participação na Bienal de Luanda

0
208
União Europeia confirma presença com delegação de alto nível. Foto: DR
- Publicidade -

A embaixadora da União Europeia em Angola, Jeannette Seppen,  confirmou quarta-feira, 16, a presença da União Europeia, com uma representação de alto nível, na 2ª edição da Bienal de Luanda 2021, que se vai debruçar sobre a temática da paz.

A diplomata fez essa declaração à imprensa, no final de uma audiência concedida pelo Coordenador do Comité de Gestão para a Bienal, o embaixador Diekumpuna Sita José, com quem abordou questões relacionadas com as condições que estão a ser criadas por Angola, para albergar o evento, em Outubro Próximo.

Congratulou-se face às informações recebidas durante a audiência, e manifestou total disponibilidade em cooperar no sentido de assegurar que da parte da União europeia possa haver uma representação de alto nível, durante a realização da Bienal de Luanda 2021, que se vai debruçar sobre a temática da paz, um assunto tão importante que faz a ligação entre os povos de Angola, de África e também da União Europeia.

A Bienal de Luanda – Fórum Pan-Africano para a Cultura da Paz em África é uma iniciativa conjunta União Africana/Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura (UNESCO) e Governo de Angola e este ano, decorre sob o lema “Artes, Cultura e Património: Alavancas para Construir a África que queremos”, cujo objectivo visa fortalecer o Movimento Pan-Africano para uma cultura de paz e não violência.

Participou do encontro, o Director da UNESCO em Angola e Coordenador Internacional da Bienal de Luanda, Enzo Fazzino.

Devido a pandemia da Covid-19, esta edição da Bienal de Luanda deverá ser considerada num formato híbrido, articulando o mecanismo virtual com o presencial.

O seu ponto mais alto será a semana de 04 a 08 de Outubro, de 2021, altura em que tem lugar, na capital de Angola, uma serie de eventos que vão marcar a agenda do encontro.

O programa dos cinco dias da semana da Bienal de Luanda deverá ser marcado pela realização de uma série de iniciativas, em torno de eixos como o diálogo inter-geracional entre líderes e jovens; as boas práticas de construção da paz em África; o estabelecimento de uma aliança de parceiros para uma cultura de paz em África e a realização de um festival de culturas.

Para preparar a sua realização na capital angolana, o Presidente da República, João Lourenço, criou por Decreto Presidencial, a Comissão Nacional Multissetorial, coordenada pela Ministra de Estado para a Área Social Carolina Cerqueira.

Para coordenar o seu Comité Gestor Nacional, foi nomeado o embaixador Diekumpuna Sita José.

Deixe o seu comentário
Artigo anterior“Foi o Yuri da Cunha quem levou-me ao Coliseu”, revela Matias Damásio
Próximo artigo“Temos nas salas de aulas muitos talentos para as artes”, declara Mfuca Muzemba

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui