Djodje diz que foi burlado e humilhado na Guiné Bissau

0
112
- Publicidade -

O cantor cabo-verdiano Djodje revelou nesta quinta-feira, 18, que sofreu uma burla e humilhação num espectáculo realizado na Guiné-Bissau.

De acordo com o cantor, que se descolocou ao “país da vida selvagem” com seu próprio investimento junto com a Brada Music para fazer evento, a organização do espectáculo do último dia 14, burlou e humilhou o artista e a sua equipa. “Todas as despesas do show em Bissau foram custeadas pelo artista e pela produtora Broda Music, num grande investimento para presentear o povo guineense”, frisou o artista em mensagem nas redes sociais.

De acordo com as autoridades, o recinto do espectáculo comportou entre 40 a 45 mil pessoas, mas no momento de fechar as contas fomos informados que nem 10 % das pulseiras de acesso tinham sido vendidas.

“Montamos todo o sistema de segurança de controlo das pulseiras para o acesso e todas as pessoas no local do show tinham as pulseiras, mas o que se passou é que elas eram falsas”, pontuou Djodje, acrescentando que a sua equipa levou as pulseiras de Portugal para serem vendidos na Guiné Bissau, mas a organização local devolveu maior parte das mesmas.

“Alguém já tinha falsificado as pulseiras, vendidas nos postos oficiais e nas pessoas que estavam a vender na rua”, lamentou o artista, reconhecendo o carinho e apoio pela forma como foi recebido pelo povo guineense.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorA’mosi Just a Label apresenta videoclipe da música “Somos o que somos”
Próximo artigoEscola de Hip Hop junta duas associações culturais em Luanda

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui