Jowsah concorre no Festival da Canção com música de sua autoria

0
312
Jowsah é o nome artístico de Josemar António. Foto de Domingos Barrete.

Filho de uma família de artistas, o músico e compositor contou a história da sua canção e a forma como conseguiu ser um dos finalistas do concurso.

No final da sua apresentação em palco, depois da conferência de apresentação dos finalistas da 24ª edição do Festival da Canção de Luanda, ocorrida recentemente, no Palácio de Ferro, em Luanda, o artista Jowsah, declarou que está a concorrer no festival pela primeira vez e que faz música por nascer de uma família de artistas. 

“Entrei [na música] desde que nasci, porque, em casa, tenho vários músicos como o meu pai e a minha irmã mais velha. A minha mãe também gosta muito de música. Então, basicamente, só foi seguir o ritmo”, contou em exclusivo ao Portal Marimba Selutu, afirmando que para além de ser músico, é engenheiro civil.

Josemar António, “Jowsah” afirmou ainda que decidiu participar no Festival para interpretar a música “Brilho”, de sua autoria. “Esta música – que retrata o amor – foi escrita em 2020, no princípio da Pandemia [Covid-19].”, subinhou o artista, acrescentando que era a sua primeira experiência a cantar a solo por ser um dos integrantes da banda de rock Sigma 13.

Quanto à inscrição de participação para o Festival, o também engenheiro civil contou uma história que considerou ser incomum. “Por acaso, tenho uma história ‘caricata’ [incomum]: tentei fazer a candidatura por e-mail e este estava inválido, não existia. Eu disse: ‘Fica assim!’. Depois, quando me mandaram uma mensagem pela Unitel, em que eu era um dos concorrentes dos dez finalistas, eu fiquei [surpreso e disse]: ‘Isto é burla?! Não estou a perceber’”, rematou com um semblante de alegria.

Promovido desde 1986 pela Luanda Antena Comercial – LAC, o Festival da Canção de Luanda tem os seus objectivos o de incentivar a criação do género canção, procurando uma simbiose entre o tradicional angolano e o moderno universal (world music), apoiar o desenvolvimento da criação de originais de qualidade, através da participação dos compositores angolanos, motivar os músicos e compositores a desenvolver e aprofundar as suas aptidões musicais dentro do espírito da competição saudável.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorMorreu o músico Zé Viola
Próximo artigo“A inspiração do ‘Poemas para Luanda’ é a vivência do Cazenga”, refere Edson Neves

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui