Tony Nguxi retrata vida espiritual e social em livro

0
57
Tony Nguxi é um artista e compositor angolano que tem desenvolvido documentários sobre ancestralidade africana. Foto: DR
- Publicidade -

“Testemunho Ocular: Sob o olhar silencioso de uma criança (1967-2017)” é título do livro do músico e activista cultural Tony Nguxi a ser lançado no domingo, 11, na sede da Akwafrica Fundação Cultura, em Luanda.

De acordo com a nota de imprensa enviada à redacção do Marimba Selutu, o livro, editado sob a chancela da Mayamba Editora é uma autobiografia escrita num discurso simples e informal de uma criança que acompanha, participa e sofre os eventos dramáticos e felizes da vida na África do Sul e em Angola.

“’Testemunho Ocular’ é um retrato pessoal de um percurso de vida espiritual, cultural e social do autor, Tony Nguxi, como um rio que corre ao ritmo da sua força nascente, partilhando as suas experiências e denunciando os perigos contra a sua identidade cultural diante de uma sociedade em construção, como nação angolana e como povo africano”, lê-se na nota da editora, sustentando que o livro possui 416 páginas e contou com o prefácio de Ferreira Marques.

O livro começou a ser escrito em 2007 e terminou em 2017, através de um conjunto de informações sobre o passado e a ancestralidade e memórias que datam desde 1974, as ligações até ao presente.

“Conforme a busca sobre as respostas aconteciam por meio de viagens, problemas, as coincidências, os novos surgimentos de conflitos globais a nível do mercado sociopolítico como a venda de armamentos, bolsa de valores e outras questões. Esta criança já adulta, no meio da busca de respostas, propõe, alerta e avança”, frisou o músico, acrescentando que teve de esperar cinco anos para buscar maneira de colocar o livro no mercado.

Entre os projectos em carteira, Tony Nguxi revelou que está em produção o filme “O Legado de Ngola Kiluanji Kia Samba”, que será antecedido do lançamento de trabalhos em banda desenhada e bonecos animados.

PERFIL
Com um percurso artístico que atinge vários países do continente africano, António José Augusto, artisticamente conhecido por Tony Nguxi, nasceu no bairro Kapango, no Luena, província do Moxico, em Agosto de 1967.

Para além de investigador cultural, produtor e realizador, é compositor e jornalista com o curso superior de Jornalismo Comercial – Comunicação e Marketing pela Birnam Business College (Joanesburgo – África do Sul), tendo sido eleito delegado da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) na província do Moxico, em 2013.

O autor de vários prémios como músico, compositor e realizador, exerceu as funções de Director Provincial da Cultura e Chefe do Departamento da Cultura, Artes e Património Histórico do Governo Provincial do Moxico, entre 2017-2019.

Deixe o seu comentário
Artigo anteriorVídeo revela imagens jamais vistas do Titanic
Próximo artigo“É preciso coragem para ser tu mesmo”, defende Gilmário Vemba

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui